Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando Fechar Compra
Massifik / Dicas Exclusivas / Dietas /

A Importância da Hidratação.

A água é absolutamente necessária para a sobrevivência. Representa cerca de 60% a 70% do peso corporal humano.

  • Compartilhe esse post
  • 00
  • 00
A Importância da Hidratação.

O que preciso saber sobre hidratação?

A água é absolutamente necessária para a sobrevivência. Representa cerca de 60% a 70% do peso corporal humano, portanto, cada sistema depende dela para funcionar corretamente. É um elemento essencial para a vida. Sendo importante para inúmeras funções, desde as células ao trato gastrointestinal.

Assim, a desidratação – ou hidratação em excesso – tem consequências severas, podendo ocasionar falta de concentração, confusão mental, cansaço, fadiga, perda de consciência, falência de órgãos ou até mesmo a morte.

Este artigo discute os sinais e sintomas comuns da desidratação e também do seu consumo exagerado, apesar de não ser muito comum pessoas se intoxicarem com água.

E mesmo com essa reconhecida importância, 3 de 4 pessoas estão desidratadas, destas 3 pessoas, 1 confunde sede com fome.

Desidratação
A desidratação ocorre quando há mais saindo do que entrando em seu corpo. Pode ser causada por uma baixa ingestão, perda excessiva ou problemas na absorção, entre outros co-fatores.

Causas comuns da desidratação
Aqui estão algumas das causas comuns de desidratação:

Exercício vigoroso: O exercício intenso leva à perda de líquidos através do suor. Se os fluidos não são substituídos por água potável, você pode se tornar desidratado.
Exposição ao calor: O calor pode fazer com que você perca fluido através do suor. Você pode ficar desidratado se não beber água extra quando o clima está muito quente.

Vômitos e diarreia: Vômitos e diarreia causam perda de fluido significativa que pode levar à desidratação.

Náuseas: Muitas pessoas não sentem vontade de comer ou beber quando estão com náuseas. É importante continuar bebendo água para que você não se desidrate.

Queimaduras ou infecções de pele: A água pode ser perdida através de queimaduras graves e infecções de pele.

Diabetes: Quando os níveis de açúcar no sangue são elevados, o corpo aumenta a produção de urina para eliminar o açúcar. Isto pode levar à desidratação se a perda não for combinada com um aumento no consumo de água.

Febre: A febre pode contribuir para a perda de líquidos através da transpiração.

10 sinais e sintomas da desidratação

1. Sede
A sede é o primeiro indicador de desidratação do corpo e não deve ser ignorado de nenhuma forma. Para a maioria das pessoas, responder à sede evita efetivamente a desidratação. Quanto mais velhos ficamos, menos nosso corpo “fala conosco” nos avisando do que precisamos, nos forçando à hidratação de modo consciente, como estes estudos demonstram 1 , 2 , 3, 4.

2. Alterações na cor e na quantidade da urina
A cor e a quantidade de urina que seu corpo produz são bons indicadores do seu estado de hidratação. Urina amarelo-escura ou uma baixa produção dela são sinais de desidratação, o rim começa a eliminar apenas os resíduos, mantendo a água para as funções biológicas, isso faz com que a urina fique mais concentrada e o seu cheiro fique mais forte. Atente-se diariamente a isso.

3. Fadiga
Fadiga ou sonolência podem ser sinais de desidratação, estudosmostram que há impactos negativos na resistência durante o exercício. Porém, você não precisa se exercitar para sentir fadiga, em um estudo com mulheres jovens e saudáveis, a restrição de água durante 24 horas causou sonolência, confusão, fadiga e diminuição do estado de alerta. Todos estes sintomas melhoraram quando as mulheres foram autorizadas a beber água livremente no final do período de 24 horas.

4. Dores de cabeça
A desidratação pode causar dores de cabeça, assim como o excesso de água (como veremos logo mais abaixo). Na maioria dos casos, a água potável pode resolver essa dor. Em um recente estudo, após deixarem voluntários em estado de desidratação a ponto de terem dores de cabeça, a água potável proporcionou alívio em 30 minutos para 22 das 34 pessoas, enquanto 11 outros participantes encontraram alívio dentro de três horas.

5. Alterações na elasticidade da pele
Sua pele é composta de aproximadamente 30% de água, que é responsável pela sua firmeza e elasticidade. A diminuição da elasticidade da pele é sinal de desidratação. A pele seca, fria e úmida também pode indicar isso.

Para testar a elasticidade da pele, faça um simples teste: belisque a pele entre o polegar e o indicador, se você estiver bem hidratado, sua pele deve voltar ao normal imediatamente após ser liberada. Se demorar um segundo ou mais para que sua pele volte à sua forma original, você pode estar desidratado.

6. Câimbras musculares
A transpiração pode resultar em uma perda significativa de líquido e sódio, que é um eletrólito que desempenha um papel nas contrações musculares. Assim, quando o líquido e o sódio se esgotam, os músculos às vezes se contraem involuntariamente (câimbra muscular). Por esta razão, a hidratação adequada é especialmente importante durante o exercício extenuante ou exercício em altas temperaturas.

7. Diminuição da pressão arterial
A pressão arterial baixa pode ser um sintoma de desidratação. A desidratação reduz o volume de sangue no corpo, o que diminui a pressão sobre as paredes das artérias. Isso é porque seu coração tem que bombear o sangue mais rapidamente e com mais força para o cérebro quando há menos líquido no corpo. Quando você se levanta, pode levar alguns segundos para que o sangue chegue ao cérebro a partir dos membros inferiores.

8. Frequência cardíaca rápida ou palpitações
Anormalidades como taquicardia são o resultado do coração tentar compensar a falta de fluido no corpo. Quando não há bastante líquido em seu corpo, diminui o volume de sangue em seus vasos sanguíneos. Seu corpo então trabalha duramente para entregar bastante sangue a seus órgãos – aumentando sua frequência cardíaca, bombeando o sangue mais rapidamente através de seu corpo.

9. Irritabilidade ou confusão
Estudos têm demonstrado que mesmo uma leve desidratação pode causar irritabilidade e diminuição da função cerebral. Outros estudos descobriram que uma perda de 1-2% de fluido corporal causa sintomas, tais como ansiedade, mau humor, dificuldade de concentração e um declínio na memória de curto prazo. Por outro lado, beber muita água tem um efeito positivosobre a clareza mental e função cerebral. De fato, tanto as crianças quanto os adultos têm melhor desempenho quando estão bem hidratados.

10. Complicações graves e falência orgânica
Se a desidratação se torna crítica, os órgãos começam a se desligar. Este choque ocorre quando o volume de sangue torna-se tão baixo que o cérebro e outros órgãos não são capazes de receber o oxigênio que necessitam. Além disso, também pode causar complicações como perda de consciência, danos cerebrais, insuficiência renal e ataque cardíaco. Se não for tratado imediatamente, resulta em morte.

Quanto de água devo ingerir por dia?

A necessidade diária de líquidos varia de acordo com a estação, idade, atividade física, ambiente e absorção, afinal, se a água ingerida não for absorvida, ela não cumprirá o seu propósito. Portanto, não ache que você está hidratado apenas pela quantidade de água que ingere, analise sua urina e perceba se ela está escura ou fétida, talvez sua pele pode estar seca, lábios e fossas nasais também.

O ideal é que a urina esteja clara, quase transparente e sem nenhum odor. Isso demonstrará que seu corpo está absorvendo(se hidratando) de forma satisfatória a ele.

Água demais também não é bom, você percebe isso com uma leve baixa na pressão e dor de cabeça, e por que isso ocorre?

É a chamada hiponatremia, ou seja, sal insuficiente no sangue. Mais precisamente, uma concentração de sódio no sangue abaixo de 135 milimoles por litro, já que a concentração normal fica entre 135 e 145 milimoles por litro.

Os rins controlam a quantidade de água, sais e outros solutos que deixam o organismo, ele ”peneira” o sangue através de seus milhões de túbulos. Quando uma pessoa bebe água demais em pouco tempo, os órgãos não conseguem liberar essas substâncias rápido o bastante e o sangue fica “encharcado”. Atraída por regiões onde a concentração de sais e outras substâncias dissolvidas é mais alta, a água em excesso deixa o sangue e entra imediatamente nas células, que incham como balões para conseguirem acomodá-la. A maioria das células têm espaço para se expandir, pois fica em tecidos flexíveis, como gordura e músculo, mas este não é o caso dos neurônios, apertados dentro da caixa craniana, daí vêm as dores de cabeça.

Você não conseguirá exceder as quantidades sem antes perceber estes sintomas, então, esteja presente para com seu corpo.

Inclusive, algumas técnicas de fisiculturismo consistem justamente em ir aumentado o consumo de água dias antes da competição, para que o corpo comece a eliminá-la em alta quantidade até que o atleta consiga atingir uma baixa quantidade de líquidos no sangue e comece a puxar água subcutânea por osmose, tornando a pele mais fina e os músculos mais aparentes.

Em todo caso, estima-se que três litros de líquido por dia é uma margem segura. Porém, segundo estudos, os requisitos de fluidos variam de pessoa para pessoa e são afetados pelo nível de atividade, quantidade de suor e clima.

 

Como prevenir a desidratação?


A chave para evitar a desidratação é beber muita água ao longo do dia, mas não somente a que obtemos do filtro, mas também água originada das frutas, verduras e legumes. Chás e águas saborizadas (sem açúcar!) são outras ótimas opções.

Siga estas orientações e se manterá bem hidratado:

Sentiu sede? Beba água! Não ignore sua sede, seu corpo se comunica com você, ouça-o. E quando for saciar esta sede, passe longe dos refrigerantes (os quais irão te desidratar mais ainda), vá direto ao filtro mais perto. Sucos de frutas devem ser evitados devido à frutose (se quiser saber mais sobre esse assunto, temos um ebook que trata sobre isso, clique aqui para baixá-lo).

Como está a cor da sua urina? Analisar a cor da sua urina é MUITO importe, principalmente se ela estiver com algum odor. Isso sinalizará problemas no seu organismo (de uma desidratação leve à problemas graves), então, procure sempre se atentar a isso!

Vai se exercitar? Leve água! Não confie em bebedouros de academias (ninguém sabe quando o filtro foi trocado pela última vez e nem quem foi a última pessoa que bebeu ali) e nem pressuponha que irá comprar água em algum lugar. Não é porque você não está com sede que não precisa repor a água que utilizou durante o exercício físico (suor).

O dia está mais quente do que o normal? Beba mais água. Você não precisa suar exaustivamente para que precise repor água.

Qual a melhor forma de me hidratar?


Uma boa notícia pra você que não mora em sítio e tem acesso a uma nascente, é que as frutas e vegetais conseguem estruturar e mineralizar a água, regular o ph e a sua densidade, deixando-a ideal para o nosso organismo. E o que isso significa? Que esta água poderá chegar até as extremidades do seu corpo, hidratando cabelo, pele, etc.

Alguns alimentos que nem possuem água, mas pelo fato de ter algumas propriedades funcionais, conseguem ajudar na hidratação. Por exemplo, a salsinha afina o sangue, levando água e nutrientes para vasos minúsculos que fazem a nossa microcirculação, por isso ela é eficiente no tratamento de varizes. Podemos também, mineralizar e estruturar nossa água através de sucos verdes com estes alimentos: água de coco, suco de pepino, suco de salsinha, suco de melão, suco de melancia (batido com a semente e a entrecasca branca), suco de limão e suco de lima, como outros desta linha.

Beba à vontade, mas evite misturar qualquer líquido com as refeições, isso dificulta a absorção dos alimentos e da própria água.

A hidratação é um dos mais importantes aspectos da saúde, em todos os níveis. Começar o dia com um copo de água, deveria ser uma prática comum a todos os seres humanos, sem contar que é a melhor coisa que você pode fazer pelos seus rins. Portanto, utilize as folhas e vegetais de forma estratégica para melhorar a sua água e consequentemente, a sua hidratação.

A hidratação é um dos pontos mais cruciais para uma boa desenvoltura mental e física. Atente-se à quantidade que você ingere!

importância da hidratação.

Qualquer dúvida, estamos sempre a disposição!
Um grande abraço da equipe Massifik.

Abraço.

Olá, deixe seu comentário para A Importância da Hidratação.

Enviando Comentário Fechar :/

Siga nosso #Instagram

Fique por Dentro

Assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade ou promoção